Para estarmos verificando o procedimento...

Os tempos estavam brabos. Eu precisava de um emprego urgentemente e eis que me aparece um estágio em uma empresa de Telemarketing. O que faz um estudante de Letras em um call center? Vamos lá, por partes. Sabe aquele cara que liga para você e diz: “Boa tarde, senhor Fulano, o senhor poderia estar efetuando uma pesquisa para estarmos avaliando como estamos trabalhando?”. Depois de tanta encheção de saco da mídia, a bendita empresa me contrata para eu corrigir os benditos operadores.

Primeiro dia, pânico total.

Pânico total ao escutar OS CLIENTES. Porque, na mídia, ninguém esclarece que entre operadores e clientes, quem fala mais errado é o cliente. Pura hipocrisia.

Quase dois meses depois, estamos realizando uma gincana de Língua Portuguesa. Eles estão super animados e participativos. É uma galera esforçada e batalhadora – com raras exceções.

Percebi que o preconceito é uma erva daninha que se embrenha onde menos esperamos. E, definitivamente, o intelectual é um dos mais cruéis. Nunca mais esquecerei da F., tão massacrada por não ter tido a oportunidade de estudar. Massacrada por algo que estava aquém de suas possibilidades. Mas mesmo assim, massacrada.

Comentários

Anônimo disse…
eu sou um dos teleoperadores dessa empresa de TLMK e digo que o trabalho desenvolvido por essa pessoa, vem melhorando em 100% o nivel de linguagem e comunicacao entre operadores e clientes. parabens pela materia.
OBS> Infelizmente pontuacoes e acentos nao sao digitados neste teclado, nao foi uma falha minha ... srsrsrs

ass Dennys Pimentel
Zé disse…
Realmente, o preconceito existe nesse meio onde alguns de auto-denominam "donos do saber", esses realmente não sabem nada (de bom).
A sociedade já é tão individualista e excludente e nós que estamos aprendendo sobre o ato de educar, devemos no mínimo ter a decência de saber que todos estamos nesta vida para aprender, inclusive os intelectuais que acham que são os detentores do saber. Valorizar o outro, esse é um saber absoluto e inquestionavelmente belo.