Bicho Papão.

Na maior parte das vezes eu confesso que não compreendo porque você chora antes de adormecer. Sei que falta-lhe algo e hoje em dia falta tanto em tantas pessoas.
Exatamente por isso eu deveria compreender você.
Muitos escritores em determinado momento de suas vidas, dedicam-se a construção de uma cantiga de ninar, movidos creio, pelo desejo de compreender e conceder paz a olhos cansados e vontades quebradas.
Eles todos tentaram compreender você e a si mesmos.
Ao longo dos anos tento descobrir se isso é possível.
Sei que palavras podem ser doces ou assassinas, venenosas ou gentis.
Mas são apenas palavras... Não são?
As mesmas palavras que começam guerras e matam milhões.
Deuses de todas as religiões, criam e desfazem mundos através das palavras.
Contudo, elas não podem abraçar, beijar ou segurar uma pessoa quando o mundo em torno dela está se desfazendo. Podem? Elas são apenas palavras.
Imagino que ao serem construídas, a única esperança que elas reservam, é tocar outras almas. Compreender e preencher essa ausência e falta.
Por isso escute minhas voz, essas são as minhas palavras.

Nesse momento.
Nos segundos antes de você adormecer o tempo vai diminuir até parar por completo.
O trabalho noturno das aranhas, tecendo suas redes para prender os sonhos, será interrompido. As baleias estáticas na superfície dos oceanos estarão caladas, ouvindo as palavras ditas para você. Elas vão respirar baixo para não te acordar.
As guerras serão detidas. Ninguém sentirá dor nesse seu tempo.
Ninguém deixará de existir nessa história.
Ela terá um final feliz prometo. Todos os personagens irão parar seus contos e zelar por o seu sono. Ficarão calados, tranqüilos, esperando você adormecer.
Para que você sonhe por eles.

Feche seus olhos e deite-se em meus braços.
Que as batidas do meu coração tornem-se o último som que você vai escutar hoje.
Tudo vai ficar bem agora feche seus olhos e sonhe um pouco.
Tudo o que somos começa com um sonho.
Feche seus olhos.
O medo irá embora.
Eu estarei aqui se precisar.
Descanse agora e tenha bons sonhos.
Boa noite e bons sonhos.
Sonhe por todos nós.
Meu amor.
Sonhe por todos.
Escute minha voz, essas são as minhas palavras, quero que fique com elas.
Assim, quando o vazio vier, você pode dizer tudo isso para ele.
E vê-lo chorar.


video

Comentários

Zé Raimundo disse…
Moa, que coisa mais linda!
O texto flui numa melodia fugidia e intranquila, mas você não o deixa se perder. sustenta-o com notas precisas, criando esse clima onírico, quase rarefeito, mas que não se deixa levar pela obviedade das imagens pré-construídas, para que surtam efeito de divagações.
Belíssimo texto!
Tem uma musicalidade linda e assombrosa!
Zé Raimundo disse…
"...Contudo, elas não podem abraçar, beijar ou segurar uma pessoa quando o mundo em torno dela está se desfazendo. Podem? Elas são apenas palavras.
Imagino que ao serem construídas, a única esperança que elas reservam, é tocar outras almas. Compreender e preencher essa ausência e falta.
Por isso escute minhas voz, essas são as minhas palavras..." É tão complicado isso Moa, Parece que as palavras não fazem parte de nós, mas o nosso pensamento, todo ele, é uma sucessão de amontoados de palavras que vem e vão, na sua invisibilidade, comandando todas as nossas atitudes. E assim vamos erguendo a nossa estrada...de palavras!