Decantação.




O avesso do seu mundo é meu medo.
Veja minhas roupas pretas.
Com sorte você nem vai me enxergar.
Abaixo delas.
E no meio disso.

O avesso do seu medo é meu.
Eu sou a soma dos seus selos, sigilos e segredos.
Elo meu.
Embora eu.
Grite amor pra te agredir
E simule ódio para te atrair.

O avesso do seu é meu.
Veja meus sapatos gastos.
Com sorte você nem vai me ouvir.
Não me verá chegar.
E não me verá sair.
Vivendo errado por não deixá-la.

O avesso é.
Odiar amá-la.
Amar odiá-la.

Rumar.
Sem direção.

Sendo sempre astuto
Torto.
Vão.

Sou eu
O avesso seu.

Eu.




Alexandre Maldonado & Moacir Novaes

Comentários

Entendem de avesso, também me sinto ao avesso rs...
A Megera disse…
uauuu

embasbaquei!